Programa de matematica em torno de nos ginasio

Nos últimos tempos, em um contrato com desenvolvimento muito rápido de modernas tecnologias de informática, o FEM (método dos elementos finitos rapidamente se tornou uma ferramenta particularmente valiosa para a análise numérica de várias estruturas. A modelagem MES foi encontrada para ser difícil de aplicar em praticamente todas as novas áreas de engenharia também em matemática aplicada. Simplificando, falando MES, é um método perigoso de resolver equações diferenciais e parciais (após a discretização prévia no espaço normal.

O que constitui MESMétodo dos elementos finitos, no momento um dos mais simples, métodos computacionais para determinação do estresse, forças generalizadas, deformações e deslocamentos nas estruturas analisadas. A modelagem de FEA consiste na divisão em vários elementos finitos. Dentro do escopo de cada elemento individual, algumas aproximações podem ser feitas, e todas as incógnitas (principalmente deslocamentos são apresentadas por uma função de interpolação adicional, usando os valores das próprias funções em um número fechado de pontos (coloquialmente chamados de nós.

Aplicação de modelagem MESNos tempos modernos, a força da estrutura, tensão, deslocamento e simulação de qualquer deformação é testada usando o método FEM. Em mecânica de computadores (CAE com esta estratégia você pode estudar e fluxo de calor e fluxo de líquido. O método MES é ideal para o estudo de dinâmica, estática de máquinas, cinemática e efeitos magnetostáticos, eletromagnéticos e eletrostáticos. A modelagem de FEM pode ser feita em 2D (espaço bidimensional, onde a discretização geralmente pára para dividir um departamento específico em triângulos. Graças a este método, podemos calcular os valores que aparecem no conjunto do sistema dado. By the way, no entanto, existem restrições sobre o que deveria ser.

As maiores vantagens e desvantagens do método FEMO benefício mais importante do MES é a possibilidade de obter resultados apropriados mesmo para formas muito perigosas, para as quais era extremamente difícil realizar cálculos analíticos comuns. Na prática, isso prova que os problemas individuais podem ser reproduzidos na mente de um computador, sem a necessidade de construir protótipos caros. Tal processo facilita enormemente todo o processo de design.A divisão da área estudada em elementos ainda inferiores resulta em resultados de cálculos mais precisos. Deve-se também ter o fato de que há, portanto, uma demanda muito maior pelo poder de computação dos computadores modernos. Também deve ser lembrado que, nesse caso, deve-se ter muito e com qualquer erro de cálculo que venha de aproximações múltiplas dos valores processados. Se a área testada produzirá a partir de várias centenas de milhares de elementos restantes que podem ser não-lineares, então, em tal situação, o cálculo precisa ser bem modificado nessas iterações, de modo que a saída final seja boa.